CINESUD, NON PROFIT DISTRIBUTION

We are a network of audiovisual broadcasting, led by a group of Latin American cineclubs under the sponsorship of the International Federation of Film Societies http://infoficc.wordpress.com

TRES SESIONES CINESUD EN ATIBAIA (BRASIL) CON GRAN ÉXITO

Instituição Articuladora: Plataforma CINESUD (Ibero América) e Prefeitura da Estância de Atibaia (Brasil) Espaço Exibidor: Centro de Convenções e Eventos Victor Brecheret (Secretaria de Cultura e Eventos) Datas: 13, 20 e 27 de julho de 2011

Pelo segundo ano consecutivo Atibaia recebeu a MOSTRA CINESUD, uma parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura & Eventos e a Plataforma Cine Sud (plataformacinesud.wordpress.com), uma rede de difusão audiovisual encabeçada por um grupo de cineclubes ibero americanos sob patrocínio da Federação Internacional de Cineclubes (www.ficc.info.). Este ano foram exibidos dois programas de curtas metragens da Bolívia, Brasil, Cuba, Equador, Espanha e México, e um programa especial com obras do cineasta catalão Rafa Dengrà. Tal qual 2010, este ano a mostra foi aberta ao público com entrada franca, no entanto, aproveitou a exposição da ação para trocar os ingressos por garrafas PET vazias, que posteriormente serão doadas ao “Projeto Curumim” (www.curumim.org.br) evidenciando que a atividade audiovisual tem caráter mobilizador social filantropo.

MOSTRA CINESUD, PROGRAMA 1 – CURTAS FANTÁSTICOS DE RAFA DENGRÀ Dia 13 de julho, às 20h, no Centro de Convenções Victor Brecheret No primeiro dia de programação da Mostra CineSud exibimos quatro curtas do cineasta catalão Rafa Dengrá, todos de temática “Gore”. A curadoria deste programa foi feita por Júlio Lamaña, da federação catalã de cineclubes (www.federaciocatalanacineclubs.cat). A sessão foi aberta às 20h10min com a apresentação da parceria entre Secretaria de Cultura & Eventos e Plataforma CineSud, explicando a história do projeto de difusão de filmes entre articuladores ibero americanos, objetivando dar visibilidade e legalidade às obras audiovisuais, com a exibição em circuitos de cineclubes, festivais de cinema e salas não comerciais. Tivemos um pouco mais de 50 pessoas presentes no auditório, um público bastante heterogêneo quanto ao perfil e à faixa etária, inclusive com a presença de três crianças acompanhadas pela avó que insistiram muito em participar da sessão, apesar da mesma ter classificação indicativa de 14 anos. Ao longo do 35′ de programa o público local pode vivenciar um segmento estético diferente do abitual, de forma geral gostaram do que viram, destaque para “Quizás el Mañana Nunca Llegue” e “Brutal Relax”, que foi muito aplaudido ao final de sua exibição, arrancando muitas risadas, principalmente pelas três crianças mencionadas acima – “… adorei o filme dos monstros do mar, tio! Eles cuspiam abacate?…” (Amanda Noronha, 8 anos).

MOSTRA CINESUD, CURTAS IBERO AMERICANOS – PROGRAMA 1 Dia 20 de julho, às 20h, no Centro de Convenções Victor Brecheret Segundo dia de programação Cine Sud, foram exibidos cinco curtas de Bolívia, Brasil, Cuba e Equador. A sessão foi aberta às 20h05m com a leitura da carta de apresentação da mostra enviada por Gabriel Rodriguez, responsável pela curadoria e representante da plataforma CineSud no México (http://jinetesampleadores.wordpress.com/ ). Tivemos um público de aproximadamente 70 pessoas, de diferentes faixas etárias. Iniciamos a sessão com a animação espanhola “A Short Life” de Oscar Perea, que apresenta como pode ser tenso a relação entre criador e criatura. Na sequencia tivemos o documentário musical “Diado” dos cubanos Santiago Llapur e Rafael Martínez, uma sintese da complexidade das reivindicações pessoais, estéticas e políticas de um artista negro em Cuba. “Tic Tac”, terceiro curta da noite, do boliviano Diego Pino  exibe um trabalho notável na direção de arte de tecer uma história coral do pós a morte. A quarta obra exibida foi “Beueu”, um curta equatoriano, sem diálogos, de Joe Houlberg, que explorou as possibilidades da linguagem não verbal. Finalizamos a sessão com o curta “Formigas”, da brasileira Caroline Fosatti, uma ficção que narra de forma poética um capítulo triste e doloroso da meória social nipo-brasileira no pós II Gerra Mundial. Ao longo dos 48′ de mostra o público reagiu de formas distintas ao conteúdo exibido. Destaco aqui os curtas “Tic Tac”, “Beueu” e “Formigas”, os mais aplaudidos e comentados ao final da mostra – “… nunca tinha visto um filme da Bolívia ou do Equador, e confesso que fiquei muito surpreso com o que vi! Aquele bolíviano, que maravilha, que imagem bonita das paisagens, que luz agradável ‘(fotografia)’…” (Paulo Augusto Lobo, 67 anos).

MOSTRA CINESUD, CURTAS IBERO AMERICANOS – PROGRAMA 2 Dia 27 de julho, às 20h, no Centro de Convenções Victor Brecheret Terceiro dia de programação Cine Sud, foram exibidos quatro curtas de Brasil, Cuba, Equador e México. A sessão foi aberta às 20h08m com a leitura da carta de apresentação da mostra enviada por Gabriel Rodriguez, responsável pela curadoria e representante da plataforma CineSud no México (http://jinetesampleadores.wordpress.com/ ). Tivemos um público de aproximadamente 80 pessoas, de diferentes faixas etárias. Iniciamos a sessão com o vídeo experimental “Desvarío” da cubana Julia Mariano, que nesta obra nos mostra a capital Havana através de uma praça central, onde circulam seus frequentadores, alguns fantasmas vivos. Na sequencia tivemos a animação em stop motion do mexicano Augustín Martínez, “El Reciclo del Biciclo”, um retrato da necessidade de mudar os paradigmas de transporte urbano no México no final do século passado (Séc.XX). “Soñar”, terceiro curta da noite, do equatoriano Sebastián Arechavalacria hipóteses sobre os labirintos do sonho que nos distancia ainda que estejamos juntos uns aos outros. Finalizamos a sessão com o curta brasileiro “O Jardineiro e o Pirata”, de Patrícia Monegatto e Stella Bloss, um documentário que se desenvolve baseado nos tesouros de vida e morais de seu entrevistado. Ao longo dos 58′ de mostra o público apresentou reações distintas, mas no geral o que ficou evidente foi o impacto positivo do conteúdo exibido. Destaque para “Soñar”, “El Reciclo del Biciclo” – “… Achei muito loco aquele do sonho (Soñar), é como se o diretor tivesse colocado uma câmera na cabeça das pessoas na hora de dormir…” (Renata Prado Nobre, 27 anos).

Novamente manifesto aqui minha satisfação pessoal em poder realizar esta Mostra CineSud, aqui em Atibaia, local onde resido e projeto minha vida, e para viver bem precisamos alimentar nosso espírito, e quer alimento melhor do que a Cultura? Os filmes apresentados nos aproxima de um dos troncos de nosso DNA cultural, a “Latinidade”. Imaginar, sentir, e ouvir os diferentes sotaques deste idioma irmão que é o castelhano/espanhol, nos faz “enxergar”, “ver” que somos mais parecidos do que cremos, e que definitivamente não existe fronteiras apar a arte.

Viva Atibaia! Viva o Brasil! Viva a IberoAmérica! NÓS SOMOS O PÚBLICO!

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s

Información

Esta entrada fue publicada en 15 agosto 2011 por en Uncategorized y etiquetada con , , .

Blog Stats

  • 29,310 hits

Partners

CATÀLOGO DE PELÍCULAS

Contact:

CINESUD Barcelona
Julio Lamaña
julio54321@gmail.com

CINESUD México
Gabriel Rodríguez
gaborodal@gmail.com

CINESUD Colombia
Marcela Aguilar
marcela.aguilarp@gmail.com

CINESUD Nepal
Rajesh Gonhaju
oldstyle.rajesh@gmail.com

CINESUD New Zealand
Ryan Reynolds
nzcelluloid@gmail.com

Our facebook page

A %d blogueros les gusta esto: